domingo, 1 de abril de 2018

Serviço que oferece prevenção ao suicídio começa a funcionar com linha gratuita em Pernambuco Além do número 188, é possível obter atendimento na internet. Serviço de suporte emocional funciona sem restrição de dia e hora, inclusive nos feriados. Por G1 PE 31/03/2018 09h09 Atualizado 31/03/2018 09h09 A partir deste sábado (31), serviço fica disponível em Pernambuco e mais seis estados (Foto: Reprodução/TV Diário) O Centro de Valorização da Vida (CVV), que atua na prevenção ao suicídio, passa a funcionar através de ligações gratuitas para o número 188 em Pernambuco a partir deste sábado (31). Resultado de um convênio com o Ministério da Saúde, a linha sem custo de ligação fica disponível no estado no mês em que o CVV completa 56 anos de atuação ininterrupta no Brasil. Nesta terceira fase de expansão do serviço com ligação gratuita, são contemplados outros seis estados, além de Pernambuco: Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Rio Grande do Norte e Sergipe. Com isso, Bahia, Maranhão, Pará e Paraná ficam sendo os únicos estados brasileiros ainda sem acesso ao 188. A previsão é que a linha seja implantada nesses locais em junho de 2018. O serviço de suporte emocional funciona sem restrição de dia e hora, inclusive nos feriados. Além do telefone 188 (ou 141 em algumas regiões), o CVV oferece atendimento pessoalmente nos 85 postos de atendimento e também na internet, através de chat, e-mail e Skype, no site da instituição. De acordo com o CVV, foram realizados 2 milhões de atendimentos em 2017. Voluntários Criado na cidade de São Paulo por um grupo de pessoas preocupadas com o aumento dos casos de suicídio, a entidade é formada por 2,4 mil voluntários. A seleção de novos voluntários inclui diversas etapas de treinamento para que estejam capacitados a atender quem precisa de ajuda. Além de empatia pelo próximo, os candidatos precisam ter idade mínima de 18 anos e disponibilidade de, pelo menos, cinco horas semanais para os atendimentos telefônicos. Suicídio Segundo o CVV, dados do Ministério da Saúde mostram que o suicídio é um problema de saúde pública que mata mais do que a Aids e muitos tipos de câncer: pelo menos um brasileiro se suicida a cada 45 minutos, porém o suicídio pode ser prevenido em 9 de cada 10 casos. Desde 2015, o movimento Setembro Amarelo, mês mundial de prevenção do suicídio, busca conscientizar a população sobre o tema.